//
id.126
Jornalismo_Digital

A fuga da publicidade para a web

Por Tâmara Terso

Segundo Rosental Calmon Alves, uma das principais consequências do midiacídio (morte dos veículos de comunicação tradicionais), tem forte ligação com a dificuldade destes meios em se “modernizarem”, acompanhando a revolução digital. O fato nos remete, por exemplo, à fuga da publicidade para a web, efeito que contribuiu para que alguns jornais tradicionais fechassem suas portas, tendo em vista que os anúncios ainda se configuram como principais fontes de renda na manutenção destes jornais e que, na internet, podem ser bem mais rentáveis.

Na web, a publicidade ganha destaque, pois, além de ser barata, ela adquiri uma forma inovadora de atrair o público, aproveitando todo o ciberespaço e utilizando lugares por vezes encarados pelos usuários da rede como pessoais e/ou reservados. Os banners, pop-ups, anúncios flutuantes, unicast e emails marketing são exemplos de que a publicidade na web não tem limites. É inevitável não vê, passar o mouse despercebido ou abrir uma tela da Groupon, ouvindo sem querer seus vídeos…

Hoje, ao fazer uma conta de e-mail, abrir um blog ou criar uma página no Facebook, a condição está dada para o usuário ser um potencial comprador. E as enxurradas de ofertas não param de chegar, constatando que a morte para uns é lucro para outros na era digital.

Anúncio no Facebook

Anúncios

Sobre impressaodigital126

produto laboratorial da Oficina de Jjornalismo Digital da Facom/UFBA

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: