//
id.126
Jornalismo_Digital

Resenha do artigo Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia

No artigo “Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia”, Helder Bastos vai dizer que a proliferação de publicações online conduziu paulatinamente à emergência de um novo gênero de jornalismo, o jornalismo digital ou ciberjornalismo. Segundo ele, há uma distinção do jornalismo tradicional por conta das características de multimidialidade, hipertextualidade e interatividade.

Consequentemente, está dentro das atribuições do ciberjornalista identificar os melhores formatos para seu produto e analisar se é necessário fazer “links” com outras publicações (hipertexto), utilizar texto, imagem, áudio, vídeo etc ou considerar opções que permitam ao público responder, interagir e até mesmo personalizar certas histórias.

Helder Bastos diz ainda que estas possibilidades multimídia permitem ao jornalista adequar as diversas modalidades a cada história em particular, sem os constrangimentos existentes nos meios tradicionais.

No entanto, para Bastos esses constrangimentos ainda são muito presentes nas mais diversas instituições. Fatores como as tradições e a formação das redações, bem como a gestão financeira das redações podem em última análise determinar se os jornalistas utilizam ou não plenamente as possibilidades do online para criarem melhores conteúdos.

Ao citar Pavlik, o autor aborda que estas novas possibilidades representam uma transformação fundamental na natureza da narrativa do jornalismo no ambiente online. Ele cita cinco dimensões básicas presentes nessa nova linguagem/formato: alcance de modalidades comunicacionais; hipermídia; potenciação do envolvimento das audiências; conteúdo dinâmico; personalização.

Em conclusão, o autor aponta que o ciberjornalista deve acabar tomando conhecimento das mais diversas áreas e funções. Deve não apenas dominar a escrita e apuração, mas também a edição de um material em vídeo ou foto, conhecimento sobre pesquisa online e manipulação de base de dados etc.  Bastos não exclui o profissional especializado, mas reforça a importância da versatilidade. A ideia é que o ciberjornalista se torne cada vez mais completo e preparado para gerenciar sua própria equipe, agora formada por programadores, designers, infografistas, etc.

Anúncios

Sobre impressaodigital126

produto laboratorial da Oficina de Jjornalismo Digital da Facom/UFBA

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: